Sozinho a desenhar


I

Posted in Poesia por Hugo Torres em Janeiro 24, 2005

Tudo isto para mim é muito estranho.
Ver-te ali,
a correr para cair. A decidir desaparecer.
Olhar:
ver-te ainda jovem,
de pele rugosa. Decidida.
E finalmente a cair.

Ali, onde uma moeda não cabe
nem perdida.
Ali,
onde o pó tem dificuldade em caber.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: