Sozinho a desenhar


A23

Posted in Jornal,Jornalismo,Post-it,Sugestão por Hugo Torres em Junho 4, 2007

Esta menina deu-ma para as mãos. Que a levasse. Para ver e ler e sentir o perfume das páginas. No cabeçalho diz: A23. (É como se chama.) Não conhecia.

É uma revista. Ou um jornal. Enfim, é uma coisa de papel e tinta com palavras dentro. E fotografias. E é um projecto bastante interessante: trata de falar da cultura à malta da Beira Interior – tem sede no Fundão. É gratuito. (O número que tenho é o primeiro, datado do Inverno de 2006 – é trimestral. O destaque de capa titula Música no Interior.)

Peca pelo provincianismo de alguma escrita, própria das mais diversas publicações (principalmente nos órgãos locais e regionais). Tiradas como a seguinte são de todo dispensáveis: «A Câmara Municipal de Castelo Branco está de parabéns por ter sido uma das primeiras autarquias do país a aderir ao Programa Território Artes, para aceder a espectáculos co-financiados pelo Ministério da Cultura.» (p.4) Ou lugares comuns como este: «Porque a música torna-nos melhores pessoas, mais cultas e mais sensíveis, de coração aberto à poesia da vida.» (p.8)

À parte isto, sinto-o vivo. E não é que ao primeiro virar de página há um inédito do António Ramos Rosa? Este:

A um tu genérico après tout
(No primeiro dia, às 4.30 da noite)

Eu serei o que tu pensares
e não poderás saber
e hás-de pensar sem saber
para saberes
o que eu próprio nunca soube
eu serei o que nunca fui
só tu é que poderás saber
e saberás por não saber
e já sem qualquer tensão
envolverás o que não fui
no que para ti serei
irrevogavelmente
porque terei de ser o que fui
não sendo embora nunca nada
na agitação de ser quem fui
perdidamente incapaz de morrer
na morte de cada instante
sem disfarçar o meu fulgor
sem estancar a minha sede
morrendo de ser o que era
e não ser porque não morro
e amando a inatingível fonte
que em mim murmurava incertamente
com o olhar que não era nada
no silêncio de ser sempre o silêncio
de uma sombra que caía como um pássaro morto.

António Ramos Rosa

Anúncios

Uma resposta to 'A23'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'A23'.

  1. Liliana Pacheco said,

    Não posso dizer que fiquei prejudicada =o). Trouxeste-me Cinema para as mãos.

    Fabuloso, o poema do A. Ramos Rosa.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: