Sozinho a desenhar


o elevador da bica

Posted in Sugestão por Hugo Torres em Julho 28, 2007

hoje à noite é tempo para mais um elevador da bica, na Cafeína de José Reis (RUM, das 21h00 às 22h00). no gume da faca está o recente encerramento dos portais Btuga, Zetuga e Zemula (detalhes esclarecidos no Remixtures, para quem não tem acompanhado o processo).

a RUM pode ser ouvida em directo aqui.

e agora, permitam-me um vídeo a servir de exemplo: fazer depressa não é fazer bem. camaradas jornalistas, a ordem de trabalhos é esta: informar-se primeiro, informar segundo. (o que é estranho é que o desconhecimento dá para gozar com os demais…)

um amor cogumelo

Posted in Pauta por Hugo Torres em Julho 27, 2007

surgiram do nada. estava a passear. só. (só de apenas: ia com esta criança.) pé dentro da Fnac e a atenção é imediata para um som avassalador de guitarra, vindo do bar. quem eram? os galegos Triangulo de Amor Bizarro. fizeram uma breve apresentação e fizeram-me deles. sem mais.
estiveram cá para encerrar Ciclo de Cinema e Música do Eixo Norte-Galiza da Audiência Zero, ontem à noite. hoje estão em Barcelos, para um concerto partilhado com os Smartini (Centro Histórico de Barcelos, 22h00). vale bem a pena.

El Himno de la Bala, Triangulo de Amor Bizarro ao vivo na Radio 3 (2007)

os rapazes da caravana

Posted in Pauta,Sugestão por Hugo Torres em Julho 27, 2007

Quatro temas a passear entre a Pop, o Rock e o Folk é a nova proposta da netlabel Rasarte. Os rapazes vêm de Coimbra, Cantanhede e Lisboa, chamam-se The Guys From The Caravan. Podem descarregar o EP, integral e gratuitamente, aqui.

the-guys-from-the-caravan_capa.jpg

Os Budhi eram a última edição da Rasarte até agora.

o elevador da bica

Posted in Sugestão por Hugo Torres em Julho 24, 2007

o elevador da bica foi para o ar, como habitualmente, no último sábado, incluído no Caféina de José Reis (RUM). esta última crónica, a sexta, fugiu para o surrealista. enfim… já está em podcast. aqui. (na música estiveram os brilhantes Boris.)

o número cinco também já está em podcast.

[as devidas desculpas por não ter anunciado a tempo da emissão em directo. ao lado do número seis esteve outra vez uma crónica literária da Carolina.]

primeiro poesia, deontologia depois

Posted in Post-it por Hugo Torres em Julho 20, 2007

(…)

Sim, ser vadio e pedinte, como eu sou,
Não é ser vadio e pedinte, o que é corrente:
É ser isolado na alma, e isso é que é ser vadio,
É ter pedir aos dias que passem, e nos deixem, e isso é que é ser pedinte.

(…)

(Álvaro de Campos, 1993. Poesias de – Obras Completas de Fernando Pessoa. Lisboa: Edições Ática)

concerto para hoje: Sizo

Posted in Pauta,Sugestão por Hugo Torres em Julho 19, 2007

Os Sizo apresentam hoje no Plano B, Porto, o novíssimo Nice to miss you.

sizo_planob.jpg

o sexo e a idade

Posted in Sugestão por Hugo Torres em Julho 18, 2007

aqui está. a minha primeira aventura no mundo audiovisual da Publicidade. três erros óbvios: 1. faltou a caracterização do actor, para que o público perceba por completo o peso da idade no spot; 2. os planos apertados sucessivos sufocam a audiência; 3. 1m42s é tempo a mais para um spot publicitário. fica a intenção, a ideia, e a breve experiência.

(agradeço o acting ao José Luís Costa e a banda sonora ao baterista de Madcab, Luís Costa – o tema chama-se Circles.)

[se não conseguirem visualizar o vídeo, a coisa está aqui.]

do pássaro

Posted in Pauta por Hugo Torres em Julho 17, 2007

Skin, Is My, Andrew Bird – Live at Bonnaroo (16 de Junho de 2006)

o elevador da bica

Posted in Sugestão por Hugo Torres em Julho 14, 2007

o elevador da bica volta hoje à antena, no Cafeína de José Reis, na RUM (21h00-22h00). o número fala sobre a influência do movimento Grindhouse nas bandas sonoras. com funk, soul e r&b. na playlist estão os Commodores.

[ouvir emissão online]

o número quatro já está disponível em podcast. aqui.

o sábado

Posted in Desporto,Papel,Pauta,Película por Hugo Torres em Julho 14, 2007

gosto de comer frango assado no churrasco com as mãos. besuntar dedos e barba com o molho picante barato e apanhar, sozinho em casa, o final do jornal televisivo. onde as estórias são as dos elefantes em zonas residenciais e do maior cabo de descida por gravidade do mundo – imagine-se!, fica em Portugal, na Ribeira de Ave da Pena. e apanhar comboio para o documentário sobre a fase final do último Mundial de futebol, dirigido por Michael Apted (o realizador está agora a preparar a edição 2 d’As Crónicas de Nárnia no cinema). ver 26 passes perfeitos para um golo argentino, ver o famigerado piscar de olho de C. Ronaldo após a expulsão de Rooney; ver a República Checa fazer uma inesperada curta campanha; enfim, ver Zidane, costas para a câmara, a passar ao lado do troféu dourado, depois da controversa cabeçada a Materazzi na final. e ver mais: a quantidade quase absurda de câmaras disponíveis para o evento, com o polvo mediático a tricotar a bom tricotar. (não me queixo dos meios tecnológicos oferecidos à bola. mas um mundo perfeito levar-me-ia a pedir coisa idêntica para o melhor festival dos últimos tempos em Portugal – o mais próximo que encontro é a edição 2005 de Paredes de Coura.)

e logo é tempo de voltar ao Curtas de Vila do Conde. estive lá domingo e segunda-feira. fui apenas às sessões da rubrica Highway To Hell (assisti a três). devo confessar que saí apaixonado pelos ingredientes grindhouse. ontem, estivemos por aqui, e a coisa continua ainda hoje (reportagem no Rascunho para breve).

e assim vai.

Página seguinte »