Sozinho a desenhar


o pequeno absurdo

Posted in Pauta por Hugo Torres em Agosto 20, 2007

não sabia que estas coisas ainda se faziam. e já tinha o nosso cantinho português como capaz de produzir novos sons à altura de qualquer outro mercado do mundo. exemplo: os Sizo (Porto) e os Catnap (Brighton, Reino Unido). mas hoje chegou uma coisa à caixa de e-mail. (chegam muitas coisas à caixa de e-mail!) uns rapazes vão lançar um disco. a demo, ao que parece, fez sucesso na crítica especializada, no ano passado. e agora é que vai ser! um álbum.

confesso paciência muito curta para o género – diz-nos a página MySpace dos tipos: Metal/ Rock/ Gothic. não lembro de nada decente que tenha saído das hostes portuguesas no que a este último rótulo diga respeito. de qualquer das formas, não sigo de perto há largos anos (talvez nunca tenha prestado a devida atenção, até). e dou barato que estes lisboetas façam melhor (ou soem melhor: não sei até que ponto não será uma mera questão logística) que aqueles que ouvi faz muito tempo – como Sarcastic ou Heavenwood (embora estes tivessem um sentido de melodia bem mais apurado).

mas, então, o que me traz? nada de novo so far… [risos] é precisamente isto: o comunicado de imprensa chega à imprensa portuguesa… em inglês – vá, sejam simpáticos comigo: uma demo, primeiro álbum para sair… hum… eles devem querer sair na NME ou na Blitz? [a correspondência no género será a Metal Hammer e a Loud!] depois, os meninos fazem o favor de traduzir. como quem desculpa os burrinhos do canto da sala. contudo, algo lhes corre mal. e quando nos armamos em espertalhões, ou sabemos minuciosamente e com absoluta certeza o que estamos a fazer, ou podem facilmente cair-nos em cima (a conversa da humildade e assim…). exemplo concreto: «few months passed» não tem versão portuguesa em «passados largos meses». não queriam fazer a simples tradução? tudo bem. mas informações divergentes – mesmo que pouco relevantes – não podem coexistir.

o brinde chega com o cartaz, que anuncia em inglês a passagem do colectivo por… Lisboa e Porto. não sou um purista da língua. mas sou contrário ao ridículo público.

e agora vou ter um rasgo do cordialidade: não vou divulgar o nome colectivo dos rapazes. moralidade: não lhes dou audiência a partir deste blogue. (e gostava que os artistas percebessem a importância dos vizinhos.)

Anúncios

7 Respostas to 'o pequeno absurdo'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'o pequeno absurdo'.


  1. Hehe…

    É para chegar provavelmente aos muitos turistas que por aí andam..

    Mas é verdade também – pela info que vejo no myspace – que a música destes lisboetas tem conseguído chegar além fronteiras.. cerca de 25%(?) das críticas que eles compilam são em inglês.. daí possa fazer sentido o press em inglês que vai para órgãos estrangeiros também? (??).

    Quanto à tradução.. não os posso salvar…

  2. Hugo Torres said,

    faz sentido o press em inglês para a imprensa… inglesa. 😛

    imagina lá que os rapazes tinham muito sucesso na Rússia e que as informações correctas iam na versão russa para a imprensa portuguesa. pronto, não acontecia: por muito que viesse por cima da portuguesa era esta última que, muito provavelmente, teria o sumo correcto. ainda assim não gostei nada e acho que lhes vou fazer birra ou assim. 😀

  3. Kordump said,

    e os ditos teem moradas electronica sita em?

  4. Hugo Torres said,

    Kordump, não leste o meu último parágrafo: não há cliques daqui para lá. 😉


  5. É uma banda DYU, não têm manager/promotora para lhes fazer o trabalho direitinho 🙂


  6. Queria dizer DIY, do it yourself..
    Acho que foste mauzinho 😛
    Reparei também que os comentários no myspace são a maior parte deles em inglês.. mas isto é só para tentar justificar a coisa do inglês como primeira lingua… porque os teus argumentos são válidos na mesma…:)

  7. Hélder Beja said,

    Eu cá subscrevo os teus ditos na íntegra. Em português para os portugueses. Depois disso, que traduzam lá os press’s nas línguas que melhor lhes aprouver. Excelente post – e muito bem a não divulgação do nome da banda. És um gajo cheio de ética, ó Hugo! 😀


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: